Enquanto eu viver, haverá esperança!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Religiosidade ou espiritualidade, o que estamos vivendo?



 “Então um homem chamado Jairo, dirigente da sinagoga, veio e prostrou-se aos pés de Jesus, implorando-lhe que fosse à sua casa porque sua única filha, de cerca de doze anos, estava à morte. Estando Jesus a caminho, a multidão o comprimia.Lucas 8:41-42

Havia um homem de nome Jairo que estava com problema em sua casa: sua filha estava para adoecer e com isso ele foi buscar em Jesus uma esperança para esta causa.
Interessante é que este homem – diz a bíblia – era dirigente da sinagoga. Ele era o presidente da sinagoga, tinha a responsabilidade de interpretar a lei, decidir sobre questões legais, administrar a justiça, abençoar os casamentos e decretar o divórcio. Este homem era o grande responsável por transmitir a mensagem da sua religião, que por sua vez falava a respeito do mesmo Deus que Jesus pregava. Mas então por que ele foi buscar em Jesus a solução do seu problema? Quebrando assim seus princípios morais e protocolos de sua instituição religiosa.

sábado, 13 de julho de 2013

Desobediência vs dependência


E disse: Um certo homem tinha dois filhos;
E o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda.
E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longínqua, e ali desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente.
E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a padecer necessidades.
E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual o mandou para os seus campos, a apascentar porcos.
E desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, e ninguém lhe dava nada.
E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!
Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;
Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.
E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.
E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.
Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés;
E trazei o bezerro cevado, e matai-o; e comamos, e alegremo-nos;
Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se. 
(Lucas 15:11-24)

"O conflito entre Deus e a raça humana não é uma questão moral, e sim relacional; não é uma questão de obediência e desobediência, mas de dependência e independência." Ed René Kivitz

Interessante que estamos acostumados a falar da nossa relação com Deus através de pecado e desobediência, mas com esta parábola citada por Jesus, há um rapaz que quer se livrar das obrigações e compromissos relacional com o pai (independência). A questão discutida é que se não temos um relacionamento com o Pai, é certo que viveremos uma vida promiscua e pecaminosa. Então a desobediência começa na INDEPENDÊNCIA do ser humano em viver longe de Deus, baseando sua vida na própria força e capacidade.


terça-feira, 9 de julho de 2013

Redescobrindo a fé e a esperança



"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.(Hebreus 11:1)

Qual é o combustível da vida do ser humano para nunca desistir?

Vejo que o sentimento de FÉ e ESPERANÇA são as únicas forças que fazem as pessoas seguirem em frente e superar seus maiores limites, medos, inseguranças. Para alguns o que resta é a fé e esperança, mas fé e esperança em que? Não basta termos a fé e a esperança e não sabermos onde estamos aplicando todo esse sentimento.

domingo, 30 de junho de 2013

Além do milagre





"E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;
E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.
E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.
E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.
E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.
E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede.
E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.
E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador.
Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito.
E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens.
E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram." Lucas 5:1-12


Quando lemos a bíblia sagrada temos uma visão muito superficial das histórias relatadas pelos autores, mas quando paramos e analisamos cada "palavra", "letra", "virgula", começamos ver que os acontecimentos relatados tem um propósito muito mais forte e intenso do que estamos acostumados a ouvir.

Este texto que acabamos de ler nos relata um dia que Jesus estava pregando a sua palavra e acabou atraindo muitos espectadores, e ficando apertado pela multidão resolveu chamar um dos pescadores que estavam lavando as redes depois de uma noite toda de trabalho. E todos nós conhecemos o grande e maravilhoso milagre de Jesus.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Amigos de Deus

"Cristianismo é se relacionar com Deus."



"Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer." João 15:15

Relacionamento é conhecer. Quando partimos de um principio que para conhecer a Deus é necessário uma entrega total e profunda, estamos a caminhar por uma jornada distante e cheia de surpresas e novidades da parte do Senhor. O que não conseguimos ver nos dias de hoje é uma "pregação" que nos levará a ter o entendimento que além de Senhor e Pai Deus também é nosso AMIGO!

Há algumas diferenças entre Senhor, Pai e Amigo. Senhor é aquele que você obedece sem pedir explicações e simplesmente faz pelo bem maior. Pai é o que cuida de nós, que nos protege nas noites de temporal onde corremos para a sua cama para nos sentirmos protegido. Mas AMIGO é aquele que você confidencia toda a sua vida e não tem medo de revelar seus maiores medos, segredos obscuros e suas maiores limitações.

"A religiosidade aprisiona o ser 
humano. Mas o relacionamento
 com Deus traz liberdade."

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Como nós temos apresentado Deus para as pessoas?


A pergunta é: COMO NÓS TEMOS APRESENTADO DEUS PARA AS PESSOAS?

"Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.
E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção.
E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra." (Gênesis 12:1-3)

Deus um dia chama um homem chamado ABRÃO e dá há ele uma direção a seguir e uma "missão" para cumprir, mas a questão é que quando Deus chama Abrão, Ele não impõem nenhuma regra para Abrão cumprir isso!

Pregamos um Deus severo que não compreende as limitações e a fraqueza da sua criação. Abrão era idólatra, vivia em uma terra de idolatria!

"O que muda o caráter e a vida de uma pessoa não são regras e sim RELACIONAMENTO com Deus!"

terça-feira, 21 de maio de 2013

Pare de se enganar


"Todos procuram uma RELIGIÃO para se ACOMODAR na ideia de que esta 'agradecendo' há Deus pelo que acontece em sua vida."


Vejo tantas postagens nas redes sociais sobre JESUS, DEUS, ESPIRITO SANTO e OUTRAS MENSAGENS RELIGIOSAS e por incrível que pareça sempre são os mesmos jargões: "DEUS VAI TE DAR / DEUS VAI FAZER / ELE JÁ ENTROU COM PROVIDENCIA ... entre outras coisas. Mas sinceramente isso é como se fosse colocar a sujeira debaixo do tapete!

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

A ganancia nos mata e nos afasta de Deus

"Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela." (Gênesis 3:4-6)

Porque a serpente persuadiu eva?
A serpente despertou em eva um sentimento muito ruim: A vontade de ser como Deus!

O que fez a incredulidade invadir o coração do homem foi a ilusão que ele pudesse ser como Deus ou até mesmo maior que Ele.
Em dias atuais vemos que a ganancia tem sido tão grande em nossa sociedade que tem sido a causa de muitos homicídios e até mesmo a destruição de famílias. Infelizmente é a realidade em que vivemos. O diabo nos oferece a ilusão de grandeza e faz com que o homem se perca.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Chegou o tempo de ADORAR

"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em espirito e em verdade, porque o Pai procura tais que assim o adorem." (João 4:23)

Adorar é dar a Deus sem querer receber nada em troca, uma entrega sincera e verdadeira!

Em tempos presentes é normal você ouvir um evangelho de "Prosperidade FINANCEIRA" mas perdoe-me aqueles que assim acreditam, pois o verdadeiro evangelho é aquele de TOTAL ENTREGA a Deus. Servi-lo pelo o que Ele é e não por aquilo que Ele pode nos dar! Adorar em espirito e em verdade é andar "ligado" n'Ele, é honrar a Deus no seu caminhar, falar, pensar, etc.

A dias atrás tive uma linda experiencia com o Pai: Em um grupo de jovens reunidos em um parque público pude contemplar a verdadeira adoração. Em um momento todos pararam de falar em seus interesses pessoais e começaram a pronunciar palavras como: Glória Deus / Como o Senhor é bom, misericordioso / Obrigado por me amar / O Senhor é Rei dos reis.