Enquanto eu viver, haverá esperança!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Viver naturalmente ou em novidade de vida?

Parar e analisar o mundo e acontecimentos ao nosso redor no cotidiano despertou em mim um pensamento sobre "A VIDA" e algumas perguntas surgiram:

O que uma vida de devoção a Deus pode nos oferecer hoje?
Viver naturalmente não é melhor do que sofrer com as lutas espirituais?
Vale a pena eu ajudar o próximo?

Achou essas perguntas estranhas? Mas tenho certeza que em alguma vez você já pensou nas respostas destas perguntas, pois em um momento da vida achamos que não precisamos nos dar tanto para Deus e que se formos devotos a Deus em cultos durante a semana e mais nada, bastará para que tenhamos uma vida feliz!

Viver naturalmente ou viver em novidade com Deus? É isso que quero falar com você hoje!


Nesta minha caminhada de seis anos com Cristo carrego uma bagagem com muitas experiencias intimas com Deus e por isso essas indagações me vieram a mente e pude achar e criar algumas respostas. Engraçado é que as vezes não encontramos respostas concretas e é neste ponto que começa o amadurecimento, pois é ai que devemos criar as respostas!


"Eu, o mestre, fui rei de Israel em Jerusalém.
Dediquei-me a investigar e a usar a sabedoria para explorar tudo que é feito debaixo do céu. Que fardo pesado Deus pôs sobre os homens!
Tenho visto tudo o que é feito debaixo do sol; tudo é inútil, é correr atrás do vento!
O que é torto não pode ser endireitado; o que está faltando não pode ser contado.
Pensei comigo mesmo: Eu me tornei famoso e ultrapassei em sabedoria todos os que governaram Jerusalém antes de mim; de fato adquiri muita sabedoria e conhecimento.
Assim eu me esforcei para compreender a sabedoria, bem como a loucura e a insensatez, mas aprendi que isso também é correr atrás do vento.
Pois quanto maior a sabedoria maior o sofrimento; e quanto maior o conhecimento, maior o desgosto." (Eclesiastes 1:12-18)

Se fossemos buscar alguma força de motivação nestas palavras, nunca sairíamos do lugar! E pode ser o que tem acontecido com muitos nesses dias, tudo tem se tornado sem sentido e sem um real objetivo. O mundo nos oferece coisas agradáveis e prazerosas mas momentâneas e ninguém consegue viver de sentimentos momentâneos.

Para que viver se tudo é vazio e não existe sentido?

Olhando de uma forma geral nada tem sentido!

Ex: Você passa muitos natais e finais de anos com sua família ou com amigos e são tantas lembranças, mas todo ano você fica ansioso para passar aquela data festiva com eles novamente porque você sabe que aquele momento será único. A diferença deste momento ser único é você vive-lo a INTENSIDADE dele.

Não viva uma vida em geral e sim aproveite e viva a cada momento sua INTENSIDADE. Isso lhe trará novas perspectivas e lhe trará esperança de sempre algo novo acontecer em sua vida!


"Todavia, como está escrito: "Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam";" 
(1 Coríntios 2:9)


Deus a cada dia nos prepara para coisas novas, basta que estejamos disposto a viver o SOBRENATURAL d'Ele.

Uma vida de rotina trará cansaço e fadiga, mas uma vida de novidade e surpresas trará esperança e perspectivas novas em cada minuto de vida que você tiver.



Um sonhador para conquistar seus objetivos teve que passar pela rejeição, pois ninguém é aceito sem antes ter sido rejeitado, por isso vale a pena sofrer calunias, lutas difíceis  entre tantas coisas mais que possam fazer com você. Saiba que a sua vida de devoção a Deus valerá a pena nos momentos em que pessoas precisarem ouvir uma palavra de Vida e você for boca de Deus para trazer a resposta certa!

Todo ser humano que tem em seu coração o desejo de fazer o BEM se sentirá realizado em ajudar o próximo mesmo que for em uma simples palavra ou atitude!

Graça e Paz!


Um comentário:

  1. Obrigado pelas sábias palavras Victor,quero viver o novo de Deus ,pois ele tem coisas novas todos os dias da nossa vida ,não devemos nos conformar com a mesmice,Deus abençõe mais e mais o seu ministério....Paz

    ResponderExcluir