Enquanto eu viver, haverá esperança!

sábado, 26 de novembro de 2011

Resgatando sua identidade

João 11:7 e 10 - 11 "7 Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire a pedra. 
10 Erguendo-se Jesus e não vem ninguém mais alem da mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém tem condenou? 11 Respondeu ela: Ninguém, Senhor! Então, lhe disse Jesus: Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais."


A paz do Senhor amados!
Pecar todos pecamos, errar todos erramos, mas teve um homem nesta terra que um dia tomou uma atitude diferente, que mudou a vida de uma mulher que pela sociedade era uma "aberração" e a transformou em uma mulher digna com uma atitude inefável. É sobre resgate de identidade que eu quero falar com voce.

Vivemos em uma geração que tem se perdido a sensibilidade de se compadecer por uma alma erronia, uma alma que por alguns motivos a vida a levou ter uma vida na escravidão do pecado. Nós não conhecemos a história desta mulher adúltera, mas o que será que aconteceu para ela ser levada a se prostituir? Se formos para e analisar, muitas coisas aconteceu na vida desta mulher. Mas o que somos mestres em fazer é julgar a situação aparente e não queremos saber dos problemas que as pessoas enfrentam.


Mas Jesus sabia o que aquela mulher passava, e eu creio que Jesus viu ela crescendo com sonhos de ter uma familia, uma vida instável e uma felicidade de poder ter tudo isso. Mas algo na vida daquela mulher aconteceu que levou ela a se prostituir e perder sua dignidade, seu carater, sua verdadeira identidade!


O que Jesus fez quando disse:"Mulher". Ele estava resgatando o valor daquela mulher, Jesus em momento algum julgou aquela vida! Jesus com essa atitude resgatou aquilo que ela não tinha sua IDENTIDADE de uma mulher judia. 


E o que Jesus nos ensina, é que nos dias de hoje devemos buscar o resgate de nossa identidade, para que vivamos sabendo quem somos e não vivamos perdidos sem identidade, sem dignidade! Busque em DEUS a sua identidade e descubra aquilo que Deus tem para a sua vida!


Que Deus te abençoe.
Graça e Paz!


(Mensagem pregada no Congresso da JUBRAC - OBPC Vila Jaguara)



3 comentários:

  1. Concordo que as pessoas estejam perdendo a sensibilidade, em nosso meio mesmo, muitas estamos tão ocupados ou envolvidos em atividades que deixamos de perceber e se compadecer com a dor do outro, tão perto. Esse resgate de identidade é vital para o verdadeiro cristianismo!

    ResponderExcluir
  2. Que a graça de Deus seja derramada grandiosamente em tua vida querido...
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  3. Concordo tem uma frase de AW Tozer que acho fantástica e já mencionei várias vezes.
    “O povo não corre para ouvir alguém cujas convicções tragam constrangimento”. Talvez seja isso que está faltando nas pessoas sensibilidade em ouvir as pessoas, sensibilidade está por perto quando todos te criticam, sensibilidade em dizer: ” Olha meu amigo, vamos está orando, vamos está buscando a Deus um direcionamento correto, uma atitude que agrade a Deus”.

    Penso que as igrejas hoje em dia está cheia de irmãos e vazio de amigos, temos que parar com essa formalidade, em comprimentar e perguntar se está tudo bem quando na verdade a vida do irmãozinho não vai nada bem, precisamos nos importar mais com as pessoas, precisamos amar as pessoas, mesmo quando tudo não vai nada bem, e no julgar e criticar isso não compete a nos.
    É tempo de amar, é tempo de se importar com a vida do meu amigo, é tempo de sermos a igreja de Cristo. Pq se isso que estamos vivendo é igreja. Eu não convidaria Jesus a entrar nela.

    Luciana Silva

    ResponderExcluir